Noticias

A Copa do Mundo e suas tecnologias

14/06/2018

Este é um ano de muitas expectativas para o Brasil. Vários assuntos se tornaram mais reais e urgentes como a movimentação da economia e o crescimento do setor de tecnologia da informação, entre outros que afetam o nosso país e causam impactos, sejam positivos ou negativos, em nossas vidas. Mas, além de tudo isso, é um ano para se alegrar e torcer muito pelo Brasil, agora, nos gramados. Vai começar a Copa do Mundo FIFA 2018, e, como sempre, o Brasil é um dos favoritos ao título, podendo se tornar o primeiro hexa campeão do mundo. São muitas expectativas em cima deste time, reformulado pelo técnico Tite, que promete devolver a alegria e a paixão do brasileiro em torcer pela seleção.

Entretanto, nem só de futebol vive o universo da Copa do Mundo, muitas outras coisas fazem parte da estrutura geral da competição e, dentre elas, estão os programas tecnológicos que irão auxiliar nas decisões de juízes, melhorar o desempenho da comissão técnica e equipamentos que irão repassar informações em tempo real sobre velocidade, desempenho e direção da bola que, nesse ano, virá equipada com um chip.

 

  

Bola tecnológica

Essa é uma das primeiras novidades no quesito tecnologia que envolverá o mundial, a bola. Neste ano, a fabricante Adidas, preparou uma bola que remete as antigas em cor e modelo, nomeada por Telstar 18. É a primeira vez que uma bola é equipada com um chip interno. A tecnologia usada será a NFC (Near Field Communication), que possibilita a comunicação com smartphones e tablets por meio de um aplicativo. O chip permite que a bola seja monitorada em tempo real, enviando à FIFA dados importantes como a velocidade, deslocamento e posicionamento global da bola. Esse chip não é o mesmo que mostra quando a bola entra no gol. Apenas os dados já citados é que apareceram nas telas do aplicativo, porém, com toda a evolução, podemos esperar algo mais interativo para o Mundial de 2022.


 

 

 

Árbitro polêmico

Outra novidade, um pouco polêmica, desse mundial é a utilização do VAR – Árbitro Assistente de Vídeo. O programa tem sido muito requisitado por torcedores, nos campeonatos estaduais e nacional aqui Brasil, devido a graves erros de arbitragem. Essa tecnologia, que foi utilizada primeiramente em 2016, no campeonato Australiano, permite que um juiz esteja atento aos lances polêmicos do jogo e, assim, auxilie o árbitro principal da partida em quatro situações: gols, pênaltis, cartões vermelhos ou erros de identificação de algum jogador em uma expulsão ou advertência. Para o jornalista esportivo Djalma Cola, é muito importante que o esporte e a tecnologia andem juntos, principalmente quando são para aprimoramento e melhoria das competições, como é o caso do VAR. “É legal caminharmos para o lado tecnológico do esporte para que erros sejam evitados. Por exemplo, na Copa de 66, a Inglaterra foi campeã com um gol que a bola não entrou. Caso tivéssemos o árbitro de vídeo, naquela ocasião, esse lance não teria acontecido e, possivelmente, o campeão poderia ter sido outro na decisão entre Inglaterra e Alemanha. Então, vamos ver na prática que essa tecnologia funciona.”, ressalta Cola.

 
 

Ponto eletrônico

As novidades não param por aí, a tecnologia vai chegar, também, fora das quatro linhas e beneficiar a equipe técnica. Agora, os técnicos poderão manter a comunicação com auxiliares que estejam em qualquer área do estádio através de um ponto eletrônico. Essa tecnologia não era permitida até então, mas já houve vários casos em que a equipe se comunicava com os demais por algum equipamento. Mas, agora, será permitido.

Com todos esses equipamentos, só podemos esperar que essa seja uma Copa do Mundo muito bem organizada e disputada. As seleções do mundo todo já estão na Rússia só esperando o primeiro apito que acontece nessa quinta-feira, 14 de junho. Então, agora, nos resta torcer para que o Brasil conquiste mais um título, e, acima de tudo, poder se alegrar pelo fato da tecnologia estar alcançando, cada dia mais, um lugar em meio ao esporte.

 

 

 

 

Tel. (17) 98211-0045

  Apeti - Associação dos Profissionais e Empresas de Tecnologia da Informação
Rua Dr. Raul Silva, 721 sala 01 - Vila Redentora - São José do Rio Preto/SP 
CEP.: 15015--020   |  Email: apeti@apeti.org.br
 

Desenvolvido por Webplus